Prefeitura Municipal de Canela

Triagem auditiva será estendida a estudantes de pré-escola

12/06/2019

O projeto de triagem auditiva Ouvir para Aprender voltará a ser implantado no próximo semestre e com maior abrangência graças à parceria entre as secretarias da Educação, Esporte e Lazer e de Saúde. Antes restrito aos estudantes dos primeiros anos do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino, agora será ampliado aos pequenos do Pré II.

“Este é o segundo ano de implantação. Identificamos as crianças com problemas auditivos, que precisavam passar por tratamento para recuperar o rendimento em sala de aula”, diz o secretário de Educação, Esporte e Lazer Gilberto Tegner (Tolão). “Esse programa é importante porque identifica já na infância problemas que, se diagnosticados na fase adulta, podem ser muito mais difíceis de tratar”, comenta o secretário de Saúde Vilmar Santos.

Durante a execução do projeto no primeiro semestre, de 15 de abril a 23 de maio, 288 crianças dos primeiros anos da rede municipal de ensino, de 13 escolas, participaram da triagem auditiva. Cento e vinte e seis crianças tiveram identificadas alterações auditivas, ocasionando em seu encaminhamento à rede pública de saúde.

Idealizado pelas fonoaudiólogas Priscilla Xavier Machado Toledo e Ana Paula Bazzan Cardoso, que executam a triagem, o projeto Ouvir para Aprender está embasado no Programa Saúde na Escola, desenvolvido em nível federal. Ao aderir à proposta, a Prefeitura de Canela considerou os benefícios para a prevenção da saúde auditiva dos estudantes.

COMO FUNCIONA

O programa de triagem auditiva Ouvir para Aprender é destinado a estudantes do Pré II e do primeiro ano das escolas municiais de Canela. Ele segue as diretrizes do Programa Saúde na Escola (PSE), do Ministério da Saúde, cujo objetivo é avaliar a saúde auditiva e identificar possíveis sinais de alteração nesse sentido.

A proposta compreende algumas etapas. Há palestra para professores e pais, que respondem a um questionário. Em seguida, é organizado o cronograma e feita a triagem. As fonoaudiólogas identificam as crianças com problemas auditivos e as encaminham para o médico nas Unidades Básicas de Saúde. A Secretaria de Saúde é quem agenda e orienta as consultas.

Last modified: 12/06/2019

Comments are closed.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support